DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis

12-02-2011 16:48

 

DST - Doenças Sexualmente Transmissíveis

 

Cristina Faganeli Braun Seixas*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Objetivos

- Alertar sobre as doenças sexualmente transmissíveis.
- Conscientizar sobre os sintomas de algumas DSTs.
- Orientar quanto ao uso de camisinha como forma de prevenção.
- Estimular a busca de informações diferenciadas, como textos, imagens, dados estatísticos, etc.
- Elaborar cartazes sobre DSTs.

Comentários

DST é a sigla para "doenças sexualmente transmissíveis". As DSTs podem ser transmitidas por diversos microorganismos, causando desconforto, sintomas e, conforme a doença, sérios agravamentos.

Algumas doenças transmitidas por vírus são: AIDS, hepatite B, molusco contagioso, herpes, condiloma acuminado, dentre outras. As doenças transmitidas por bactérias são: gonorreia, sífilis, clamídia. E há também as transmitidas por fungos, como a candidíase, e por protozoários, como a tricomoníase. Há também doenças causadas por ectoparasitas, como a escabiose e pediculose.

É importante discutir com os alunos essas doenças, seus sintomas e, principalmente, os modos de prevenção.

Materiais

- 2 cartolinas para cada grupo de 10 alunos;
- canetinhas, lápis de cor;
- pesquisa realizada pelos alunos.

Estratégias

1) Inicialmente o professor colocará a sigla DST ocupando grande parte da lousa, dizendo que será o assunto a ser estudado. Em seguida, perguntará aos alunos qual o significado da sigla, escrevendo-o

2) Perguntar aos alunos quais DSTs conhecem, elencando-as na lousa.

3) Nesse momento o professor deverá priorizar algumas DSTs, para que os alunos aprofundem seu conhecimento, e solicitará que tragam para a próxima aula os materiais citados acima.

4) Divida a sala em 2 ou 3 grupos, com 10 alunos, aproximadamente, em cada um.

5) Na aula seguinte, entregue duas cartolinas a cada grupo e peça que colem uma à outra. Depois, devem organizar as informações que trouxeram (textos, fotos, dados estatísticos, regiões mais atingidas no Brasil e/ou mundo, etc.).
O professor deve orientar os grupos no sentido de que priorizem algumas informações, tais como: agente causador da doença e seu nome científico, sintomas, imagens representando alguns sintomas, possíveis tratamentos, prevenção.

6) Cada grupo deverá finalizar seu cartaz; em seguida, todas as produções serão unidas, formando um cartaz coletivo que será fixado na sala ou no corredor da escola.

Dicas

O professor deverá solicitar aos alunos que sigam um determinado padrão nos cartazes, a fim de obter um visual mais organizado.