Separação de Misturas

12-02-2011 18:27

Separações de Misturas

 

Fábio Rendelucci*
Especial para a Página 3 Pedagogia & Comunicação

Objetivos

Desenvolver a capacidade de o aluno aplicar propriedades físicas e químicas das substâncias de forma a elaborar métodos de separações de misturas; fazê-lo perceber que muitos desses métodos são corriqueiros e encontrados facilmente em sua própria casa, em aplicações domésticas.

Estratégias

1) Classificar os tipos de mistura em sólido x sólido, sólido (não solúvel) x líquido; sólido (solúvel) x líquido; sólido x gás; líquido x líquido (não miscíveis); líquido x líquido (miscíveis); líquido x gás e gás x gás, exemplificando sempre com coisas que o aluno tenha contato;

2) Mostrar os tipos básicos e principais de separação, fazendo com que o aluno sugira métodos e evidenciar as propriedades que fazem esse método funcionar ou não;

3) Apresentar misturas mais complexas, que envolvam várias etapas de separação, deixando sempre o aluno propor o método de separação;

4) Evidenciar a importância do rendimento e tempo gasto nos métodos de separação.

 

Atividades

1) Utilizando uma amostra de água do mar coletada em uma praia próxima a um porto, pedir ao aluno que descreva todos os componentes nela existentes (água, sais, areia, impurezas sólidas e óleo);

2) Após a discussão e correção do rol de componentes, pedir que elabore um fluxograma de separações da forma mais otimizada;

3) Após a discussão e correção do fluxograma, levantar dois problemas: os sais obtidos não são um único composto e a existência de gás dissolvido na água. Solicitar e conduzir a discussão sobre a separação total dos componentes levantados nesses problemas.

 

Sugestões

1) Em um primeiro momento, deixe o aluno considerar apenas o cloreto de sódio como sal existente na mistura;

2) Ignore a existência de fito e zooplâncton;

3) Peça ao aluno que pesquise e relacione os constituintes maiores da água do mar e que defina salinidade e clorinidade.

 

 

*Fábio Rendelucci é professor de química e física, diretor do cursinho COC-Universitário de Santos e presidente da ONG Sobreviventes.